Buscar

Derrubou o veto






No dia 24 de Fevereiro a ALERJ derrubou o veto do Sr. Governador ao PL 4424/2021 de autoria do Deputado Sérgio Fernandes que reduz as disparidades salariais entre os diretores gerais e adjuntos, coordenadores e orientadores pedagógicos que ingressaram na rede estadual com matrículas de 16 horas, 22 horas e 30 horas e que recebem remunerações totais inferiores aos seus colegas de matrícula 40 horas, embora todos, por força da função que exercem, cumpram jornadas semelhantes.

O projeto agora segue para a sanção.

Trata-se de mais um importante vitória da ADERJ e dos Diretores, que atuaram intensamente na sua aprovação, desde a sua apresentação pelo Deputado Sérgio Fernandes até o presente momento.

A derrubada do veto contou com a participação ativa dos Deputados Flávio Serafini e Waldeck Carneiro, e com o apoio do Deputado Carlos Minc e dos demais deputados presentes.

Após a sanção, a ADERJ e os deputados precisarão atuar para que a SEEDUC regulamente e implante a nova lei com a maior brevidade, garantindo a correção da desigualdade salarial existente entre os diretores, que, além disso, ainda estão com suas gratificações congeladas há mais de oito anos.

A Associação, mais uma vez agradece ao Deputado Sérgio Fernandes pelo empenho na apresentação de propostas que beneficiam os diretores e o indispensável apoio dos deputados Flávio Serafini, Waldeck Carneiro e Carlos Minc.


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Todos os dias, nossos Diretores enfrentam as maiores adversidades e os maiores desafios! Assoberbados de tarefas e com imensa responsabilidade, dedicam todo seu esforço para oferecer o que de melhor p