Buscar

Reunião Emergencial na ALERJ





Nesta quinta-feira, às dez horas, a Diretoria Executiva da ADERJ esteve reunida emergencialmente com o Presidente da Comissão de Educação da ALERJ – Deputado Flávio Serafini.

Sempre amável e profundamente comprometido com os interesses públicos subjacentes à área da Comissão que preside, o Deputado atendeu prontamente ao pedido da ADERJ. Na reunião, tratamos de assuntos relevantes como a necessidade de recomposição das equipes administrativas e pedagógicas das Unidades, segundo o quantitativo estabelecido em norma exarada pela própria Secretaria, a necessidade urgente de contratação de porteiros, bem como que seja respeitado, de fato, o limite máximo de 40 horas de trabalho dos diretores e adjuntos, constantemente sujeitos a sobre jornadas extenuantes, que provocando problemas de saúde ao membros da Associação.

A Diretoria também apresentou ao Deputado, reclamação formal quanto a forma rude e, não rara, abusiva, com que os diretores são tratados por algumas diretorias regionais, que muitas vezes, beira o assédio moral. O Deputado asseverou que seu Gabinete vem recebendo, já há algum tempo, denuncias isoladas de diversos diretores, tratando do mesmo caso e comprometeu-se em atuar junto a SEEDUC para sanar a situação. Apresentamos também a Dispensa açodada da nossa Associada Cleysemary Franca, sem que lhe tenha sido assegurado o direito de defesa. O Presidente da Comissão de Educação comprometeu-se a pedir esclarecimentos a SEEDUC quanto ao caso, que representa, sem qualquer avaliação de mérito, uma afronta ao princípio da gestão democrática implantado pela Lei nº 7.200/2016, tendo em vista que a Associada foi eleita por sua comunidade. Também apresentamos o caso da ocupação, temporária e necessária, do CE Pedro Alvares Cabral, sem que fosse dado ao Diretor da Unidade, qualquer apoio mais significativo, por parte dos órgãos de saúde, assistência social e educação envolvidos.

A Diretoria Executiva pediu também ao Deputado, apoio para que os diretores sejam incluídos na lei que estabelecerá a migração para 30 horas. Por derradeiro, a Diretoria da ADERJ apresentou ao Deputado sua firma posição contrária ao retorno presencial das aulas nas unidades da rede, apoiando o entendimento no mesmo sentido por parte dele. O Presidente da Comissão informou-nos então que trataria do caso no Plenário da ALERJ e entraria em contato diretamente com o Governador, expondo os riscos do retorno, e solicitando a imediata suspensão dessa medida. Agora a noite, já há notícia que a intervenção do Deputado, com o apoio da ADERJ e do SEPE, foi bem sucedida. Enfim, tratou-se de reunião muito produtiva, na qual se fortaleceram os laços de cooperação entre a Associação e a Presidência da Comissão de Educação. Ao Deputado Flávio Serafini nossos profundos agradecimentos.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Todos os dias, nossos Diretores enfrentam as maiores adversidades e os maiores desafios! Assoberbados de tarefas e com imensa responsabilidade, dedicam todo seu esforço para oferecer o que de melhor p